A Revolução Pernambucana nos seus 200 anos – O meu mais novo cordel, o nº 159

16 maio 2017

Medeiros Braga
**************
“Narrarei por esses versos
A grande REVOLUÇÃO
PERNAMBUCANA, que foi
Da maior repercussão…
Por república verdadeira
Do Brasil, foi a primeira
E mais brava insurreição.

O movimento nasceu
Das ideias iluministas,
Do pensamento mais justo
De grandes idealistas,
Dos que tinham a voz pública
Na defesa da república,
Nos ideais utopistas.

Carregavam as bandeiras
O lema da Liberdade,
Os sonhos do humanismo
Saudando a Fraternidade,
Mais voltado para os pobres
Externavam ideais nobres
Expressando a Igualdade.

Alguns dos seus precursores
Estiveram pela França,
Assim como Arruda Câmara
Onde estudou a mudança;
De onde veio empolgado,
Com o pensamento voltado
A um mundo de esperança.

Um movimento nascido
De uma disputa local,
Entre lusos empresários
E grande casta feudal
A bem ver não tinha nada
Com a república sonhada
No mais sublime ideal.

Sopravam pelo país
Os ventos da monarquia,
O poder absoluto
Pela prática, se sentia,
Os impostos extorsivos
Que serviam, tão lesivos,
Pra bancar a confraria.

Pernambuco, no período
Chamado colonial
Era a sua capitania
A mais rica, sem igual,
Era grande a produção
De açúcar e algodão
Da sua zona rural.

Com cem engenhos de açúcar
Era um grande produtor;
Muitos tropeiros traziam
Algodão do interior.
Pelo porto do Recife
Conseguia-se, com cacife,
Divisas do exterior.

Quanto à questão política
Passara por insurreições,
O Quilombo dos Palmares
Que deixou boas lições,
Teve mais alguns embates
Com a Guerra dos Mascates
Entre dois grupos mandões.

E assim sempre passando
Por tanta contenda finda
Foram os povos ganhando
Mais experiência ainda.
Chegaram até a pensar
No fato de proclamar
A Independência de Olinda.

Mas, ainda não havia
Bom nível de consciência,
Era embate de chefões
Com a sua prepotência,
Só mais tarde, mais notários,
Que chegaram uns ideários
Falando de independência.

Agentes mercantilistas
Do continente europeu
Falavam sobre a mudança
Política que ali se deu,
De uma luta encarniçada,
Da república implantada,
De um povo no apogeu.

Traziam livros, revistas,
Falando em revolução,
Nos direitos sociais
De uma população,
De liberdade, na prática,
Na escolha democrática
De alguém numa eleição.

image

Brevemente, nas bancas de revistas e livrarias.

Comentários