Açude que abastece a Grande João Pessoa sangra

8 maio 2018

O principal açude que abastece a Região Metropolitana de João Pessoa, o Gramame/Mamuaba, continua sangrando desde o dia 26 de março, conforme dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). Além dele, outros oito mananciais também sangram no estado.

Com capacidade para 56,9 milhões de metros cúbicos de armazenamento (m³), Gramame tem 58 milhões de m³, ou 101,89% de capacidade. Outro manancial da região da Capital, Marés contabiliza 1,8 milhão de m³, ou 87,02% da capacidade total, que é de 2,1 milhões de m³.

Já os outros açudes que estão sangrando são: Olho d’Água e São Salvador, ambos na Zona da Mata; Araçagi, no Brejo; Lagoa do Meio e Pitombeira, ambos no Agreste; Cachoeira dos Alves, São José I e São José II, ambos no Sertão.

Ainda conforme a Aesa, outros 21 mananciais estão sem situação de observação, quando se encontram entre 20% e 5% de capacidade de armazenamento, e sete estão em situação crítica, com menos do que 5% de armazenamento.

Previsão

Ao Portal Correio, a meteorologista Marle Bandeira, da Aesa, afirmou que as regiões do Litoral, Brejo e Agreste estão entrando no período chuvoso e devem concentrar mais chuvas pelo menos até julho.

Já as regiões do Cariri/Curimataú e Sertão estão no fim do período chuvoso, mas ainda podem registrar eventos isolados de chuva.

Leia mais no Portal Correio

Comentários