ALPB aprova aval da Cagepa e fim da ajuda de custo aos deputados

6 mar 2013

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou por unanimidade nesta quarta-feira (6) o fim da ajuda de custo aos deputados e o pedido do Governo do Estado para ser avalista da Cagepa em um empréstimo de R$ 150 milhões para sanear suas contas. O Projeto de Resolução de autoria da Mesa Diretora da Casa pôs fim ao pagamento no início e no final de cada Sessão Legislativa (popularmente chamada de 14º e 15º salários).

A idéia de extinguir o adicional financeiro que era pago nos meses de dezembro e janeiro foi manifestada desde o mês de dezembro pelo presidente da Casa. Após a discussão e construção do texto do Projeto de Resolução a vontade dos deputados paraibanos, refletindo  as aspirações da sociedade, foi confirmada de forma unânime na sessão ordinária desta quarta-feira.

Outra matéria polêmica que vinha sendo discutida na Assembleia, a autorização do aval para empréstimo da Cagepa foi aprovada por unanimidade pelos 34 deputados presentes ao plenário. “Não há dúvidas que esta foi a matéria mais polêmica que já transitou na Assembleia ao longo de sua existência. Hoje, finalmente conseguimos votá-la. Não podemos dizer que houve derrotados nesse processo. Todos venceram com liberação desse socorro à Cagepa, que é patrimônio da Paraíba”, afirmou Hervázio Bezerra (PSDB), líder da situação.

A matéria foi aprovada com emenda de autoria do deputado Frei Anastácio (PT) para que os recursos sejam utilizados exclusivamente para o pagamento de dívidas da Cagepa.

Segundo o deputado Anísio Maia (PT), a bancada de oposição do Governo na Casa de Epitácio Pessoa vai continuar cobrando a investigação sobre as contas da Cagepa para apurar o desvio de R$ 320 milhões na companhia. A opinião do petista é compartilhada pela deputada Daniella Ribeiro (PP), que acredita na necessidade de manter acompanhamento da gestão da empresa.

Comentários