Ao tomar posse como Senador, Raimundo Lira lembra de paraibanos ilustres

23 dez 2014

Ao tomar posse como novo Senador da Paraíba, Raimundo Lira (PMDB-PB), destacou também o espírito combatente dos paraibanos e citou nomes ilustres do seu estado, como o ex-governador João Pessoa, o pintor Pedro Américo e os escritores José Américo de Almeida, José Lins do Rêgo e Ariano Suassuna.

Ele substitui Vital do Rêgo, que assumiu o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União. O novo senador parabenizou o colega pelas conquistas no Legislativo e pela trajetória política.

Raimundo Lira destacou também o espírito combatente dos paraibanos e citou nomes ilustres do seu estado, como o ex-governador João Pessoa, o pintor Pedro Américo e os escritores José Américo de Almeida, José Lins do Rêgo e Ariano Suassuna.

O senador renovou o compromisso de lutar pelos interesses do povo paraibano e apontou a necessidade de uma ação eficiente e responsável no âmbito da distribuição igualitária e justa do poder político, econômico e social entre os membros da federação brasileira.

Raimundo Lira, que é economista e empresário, já foi eleito ao Senado em 1986. Durante o mandato, ajudou a elaborar a Constituição e foi presidente da Comissão Mista de Planos Orçamentos Públicos e Fiscalização.

— Com esse histórico, carrego a modesta opinião de que ainda posso emprestar minhas experiências acadêmicas e empresariais à rediscussão dos projetos estruturais que ainda afetam e muito o crescimento econômico da Paraíba e do Nordeste — disse o senador.

Retornando à tribuna após quase duas décadas, Raimundo Lira dirigiu a palavra primeiramente a Vital do Rêgo. “Não conheço, na histórica política do meu Estado, um Senador que na primeira metade do seu mandato tenha conquistado tamanho reconhecimento e respeito dos seus pares. Detentor de uma eficiência administrativa invejável, adicionada a incontáveis qualidades políticas, Vitalzinho tem historicamente construído uma brilhante carreira como homem público”, declarou Raimundo Lira.

Lira ocupa a cadeira no Senado pela segunda vez. Foi eleito senador pela primeira vez em 1986, com 59,95% dos votos válidos, a maior votação absoluta ou relativa das eleições para o Senado até então. Como constituinte em 1988, participou da elaboração da Carta Cidadã, cujo eixo legal norteador vigora até hoje. Foi eleito em disputa como o primeiro Presidente da Comissão de Assuntos Econômicos – CAE, e posteriormente assumiu um segundo mandato da mesma Comissão, já por aclamação dos seus membros. Também presidiu a Comissão Mista de Orçamento.

Sobre o trabalho que desempenhará ao lado dos demais parlamentares paraibanos, Liradefendeu a máxima eficiência. “A Paraíba, em nome do seu povo, precisa e exige que seus três Senadores estejam sempre atentos e vigilantes na defesa dos seus mais legítimos interesses. É fundamental uma ação eficiente e responsável no âmbito da distribuição equitativa e justa do poder político, econômico e social entre os membros da Federação Brasileira”, afirmou.

Comentários