Debandada esperada: grupo de Luciano Cartaxo começa a migrar do PSD para o PV

16 mar 2018

Secretário Hildevânio  Macedo foi o primeiro a anunciar a mudança. Movimentação também deve chegar à Câmara.

Quando deixou o PT, em 2015, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, arrastou com ele para o PSD todo o seu grupo político mais ‘chegado’. Agora, a debandada já começa a se repetir, com os aliados anunciando que vão trocar de partido para se abrigarem no PV, que passa ser presidido pelo prefeito na Paraíba.

O primeiro a anunciar a mudança foi o chefe de gabinete da prefeitura, Hildevânio Macedo. “Sob a liderança de Cartaxo, o PV vai fazer um diálogo franco e aberto com lideranças políticas de diferentes regiões do estado, associadas a essa nova forma de governar, que tem início no diálogo, ganha forma com o planejamento e se traduz em mais resultados”, afirmou nesta sexta-feira (16)

A tendência é que outros secretários façam o mesmo que Hildevânio. Se enquadrariam aí, por exemplo, o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio; o de Transparência Pública, Bira Pereira, e o superintendente da Autarquia Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Lucius Fabiani. Dos mais próximos do prefeito, a exceção deve ficar por conta do secretário de Articulação Política, Zenedy Bezerra, que assumiu o controle do PMN.

A decisão de Cartaxo também vau surtir efeito na Câmara Municipal, com vereadores da bancada de sustentação mudando de cor para se tornarem verdes. Um que já sinaliza para isso é Marmuthe Cavalcanti (PSD). “Como meu líder político, tenho que escutá-lo e saber qual a orientação melhor a ser seguida levando-se em consideração o crescimento do nosso projeto político”, disse, ressaltando que espera uma reunião com o prefeito para afinar a decisão.

Além de Marmuthe, o PSD tem mais dois vereadores: Professor Gabriel e Raíssa Lacerda. A última já integrava o partido antes da chegada do grupo de Cartaxo e inclusive era presidente da sigla na capital, posto do qual abriu mão para beneficiar o irmão gêmeo do prefeito, Lucélio Cartaxo, que também foi para o PV. Raíssa não vive o melhor dos momentos com a gestão de Luciano e chegou a publicar um vídeo nas redes sociais contando os dias para Manoel Junior (MDB) se torna prefeito. É possível que ela reassuma a presidência do diretório do PSD na capital.

Fonte (Jornal da Paraiba):

http://blogs.jornaldaparaiba.com.br/suetoni/2018/03/16/debandada-esperada-grupo-de-luciano-cartaxo-comeca-a-migrar-do-psd-para-o-pv/

Comentários