Dois açudes monitorados pela Aesa estão sangrando

27 jun 2013

Dois açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) estão sagrando. Na cidade de Mari, o reservatório Olho d’água que comporta 868 mil metros cúbicos; e no município do Conde, a barragem Gramame-Mamuaba com capacidade para mais de 56 milhões de metros cúbicos.

O reservatório localizado no Conde é responsável pelo abastecimento da região metropolitana de João Pessoa e transbordou nesta semana garantindo a segurança hídrica da capital e cidades circunvizinhas durante o período de um ano. “Este sangramento nos assegura que vamos ter tranquilidade para atravessar a estação seca”, destacou o presidente da Aesa, Antônio Vicente Machado Sobrinho. Já o açude que fica em Mari está sangrando há 15 dias.

Atualmente, a Aesa monitora 124 mananciais em todo o Estado. Juntos, os açudes têm capacidade para acumular quase quatro bilhões de metros cúbicos d’água. Destes, 72 estão com volume de água acima de 20% de sua capacidade total. Outros 35 estão com volume abaixo de 20% do total e a situação é crítica em 14 mananciais, com menos de 5% do volume.

“No Sertão e Alto Sertão do Estado temos uma realidade bem distinta da vivida aqui no Brejo e Litoral. A maior parte destes que estão abaixo dos 5% estão localizados em cidades como Teixeira, Várzea, São Mamede e São José do Sabugi”, elencou o presidente da Aesa.

A relação detalhada com a capacidade e o nível dos reservatórios monitorados pelo Governo do Estado está disponível na internet, no portal www.aesa.pb.gov.br. Na página também é disponibilizada a previsão do tempo e temperatura com informações atualizadas a cada 12 horas.

Previsão do tempo – Na manhã desta quinta-feira (27) houve um aumento na nebulosidade no litoral paraibano favorecendo a ocorrência de chuvas intercaladas nas regiões do Agreste, Brejo e Litoral. Nas demais regiões do Estado o sol deve prevalecer.

Comentários