Em Campina Grande, Temer recebe cidadania, visita Complexo e recusa “paternidade” da Transposição

10 mar 2017

temer cg

O presidente da república, Michel Temer (PMDB), já está em solo paraibano. Em Campina Grande, ele visitou obras do Complexo Aluízio Campos, assinou Ordem de Serviço para adequação de capacidade da BR-230, trecho Cabedelo – Oitizeiro (João Pessoa) e recusou a paternidade das obras de transposição do Rio São Francisco.

“Nos esforçamos para que pudéssemos concluir a obra, mas não quero paternidade dela. Ninguém pode tê-la, pois é do povo brasileiro e nordestino. O povo paga seus impostos e permite que se façam grandes investimentos como o desta obra”, declarou Michel Temer.

Na ocasião, o presidente e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, receberam o título de cidadão campinense e a medalha de honra ao mérito municipal pela celeridade nas obras da transposição do Rio São Francisco.

Nas redes sociais, Michel Temer cumprimentou e elogiou os trabalhadores do Aluízio Campos. “Muito bom apertar as mãos de quem toca uma obra desta importância”.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), acompanhou a visita do presidente e agradeceu os investimentos do Governo Federal para a realização das obras da Transpoição. “As pessoas estavam deixando de investir na cidade pela falta d’água. Água é essencial para a sobrevivência humana e o desenvolvimento da cidade. Agora Campina passará a viver um novo ciclo de desenvolvimento”, disse.

MaisPB

Comentários