Governo forma novos policiais militares em Patos e Cajazeiras

19 jul 2013

A Segurança Pública da Paraíba ganha reforço de mais 60 soldados que passam a integrar os quadros da Polícia Militar nesta quinta (18) e sexta-feira (19). Os novos policiais passaram por um período de formação e estão prontos para atuar no policiamento ostensivo, defendendo os direitos dos cidadãos e preservando a ordem pública. Em apenas dois anos e meio, já são mais de 800 policiais convocados após aprovação em concurso público e capacitados pelo Governo do Estado.

Só nesta quinta-feira, 18 alunos participam da solenidade que marca a conclusão do Curso de Formação de Soldados (CFSd) em Cajazeiras – no Sertão do Estado. O evento acontece às 16h, no Paço Municipal, na avenida Coronel Juvêncio Carneiro, Centro. Segundo o comandante do 6º Batalhão, os PMs serão distribuídos entre as modalidades de rádio patrulha, Rotam (Ronda Ostensiva Tática com Apoio de Motos), ciclopatrulha e guarda de presídio, nas cidades de Cajazeiras e Souza.

Já na sexta (19), em Patos, 42 alunos concluintes recebem o distintivo de curso que os identifica como policiais militares. A solenidade acontece também às 16h, na Praça Getúlio Vargas, no Centro da cidade. “Eles vão reforçar o policiamento, sendo distribuídos entre todas as modalidades de policiamento de rua”, garantiu o comandante do 3º Batalhão, tenente coronel Cunha Rolim.

Ainda segundo o oficial, metade desses alunos deve permanecer lotada em Patos, enquanto os demais serão encaminhados para outros batalhões do Sertão. Todos os formandos integram o grupo de 272 alunos que ingressaram no CFSd em agosto de 2012, no Centro de Educação, sediado em João Pessoa, e nos demais Núcleos de Formação e Aprimoramento Profissional da PM localizados em várias cidades do Estado. Todos já terminaram a qualificação e estão sendo empregados no patrulhamento ordinário.

O Curso – A formação de soldados da Polícia Militar da Paraíba tem duração média de dez meses, com aulas no período de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, perfazendo uma carga horária de 1.300 h/aula. No total, são 32 disciplinas ministradas, com conteúdos relacionadas aos direitos humanos, legislações, abordagem policial, tiro defensivo – entre outras matérias. Eles também já saem da formação com o Curso de Polícia Comunitária, que busca promover a filosofia do trabalho integrado com a comunidade.

Benefícios – Ao ingressar no Curso de Formação, o aluno soldado já recebe uma série de benefícios, entre eles, uma bolsa de estudo inicial no valor de um salário mínimo, fardamentos, alojamento e alimentação. Eles também são contemplados com assistência médica e odontológica e um programa de atividades esportivas.

Comentários