HOMEM x NATUREZA

2 out 2017

severino coelho viana
Por: Severino Coelho Viana

De tudo que existe sobre a terra
O homem, o mar, as aves, a serra
São exemplos da energia natural!
Da rosa que exala a sua beleza
Seu aroma que encanta a natureza
Faz crer que Deus é universal!

Os pássaros são donos da floresta
Com seu canto mavioso de seresta
Mostram que Deus foi seu criador!
O ser que luta pela sua igualdade
Ele mesmo corta as asas da liberdade
Com a mão perversa de ente destruidor!

O homem parece ser um malfeitor
Não olha no rosto do seu criador
Que de presente lhe soprou a vida!
Pelo aconchego da árvore frondosa
Faz sentir quanto ela é poderosa
Na rama de sua sombra enternecida!

Nas trevas de um viver sufocado
Carrega nas costas o seu pecado
Mata da formiga à baleia em alto mar!
Na próxima esquina há uma desavença
Ele continua firme na sua descrença
Como fruto seco caído no pomar!

A natureza com suas mil belezas
O homem com suas mil incertezas
Que não para um minuto p’ra pensar!
Quando pensa é somente em riqueza
Mesmo que maltrate a mãe natureza
Com seu instinto voraz de querer matar!

Sabe que sua vida é passageira
Que se acaba como cinzas na fogueira
No fogo da lenha que ele mesmo cortou!
O dono da selva, no seu trono calado
Vê que na terra está tudo errado
No machado da mão de quem afiou!

Algum dia pagará pelos pecados seus
Pois, o rei da natureza é Deus
Que também o próprio homem criou!
O homem que tanto matou, agora morreu,
A sua ilusão de riqueza desapareceu
Só a luz do sol clareia quem tanto castigou!

Só se pode avaliar o valor da natureza
Quem vê a flor na pura beleza
Sabendo que Deus foi seu criador!
O homem que de tanto fazer maldade
Destruiu a semente da fertilidade
E provou ser um grande pecador!

João Pessoa, 18/ setembro/2017.

SEVERINO COELHO VIANA

Comentários