Iguais como seres humanos, diferentes nos relacionamentos

28 mar 2013

IGUAIS COMO SERES HUMANOS, DIFERENTES NOS RELACIONAMENTOS.

De início, não nos parece nada anormal o título deste artigo de hoje, não?

Meu caro leitor, eis, então, um dos principais motivos que nos entristece, nos faz sofrer, nos faz tristes, decepcionados, e por vezes revoltados.

Explico.

O nosso sofrimento com nossos relacionamentos, sejam conjugais, familiares, profissionais ou mesmo, pessoais, advém de sempre estarmos esperando das pessoas o que muitas vezes elas não têm.

Quantas vezes você mesmo sabendo que o seu filho não sabia a lição, por não ter estudado, você foi perguntá-lo e, lógico, ele não tinha as respostas corretas e aí você o gritou, o colocou de castigo e tudo mais?

Quantas vezes você pediu algo a um colega de trabalho para cumprimento em um determinado horário, mesmo sabendo que ele não cumpriria porque o seu perfil era o de impontualidade?

Quantas vezes você pediu a alguém desorganizado para fazer algo que prescindia de organização?

Quantas vezes você pediu paciência a alguém que não a tem?

Quantas vezes você exigiu conscientização de alguém que sequer conhecia algo a respeito?

Se pararmos um pouco para analisar o quadro, veremos que em muitas situações chegamos a exigir das pessoas algo que nem mesmo nós teríamos capacidade ou coragem de fazer.

Voltando ao filho/aluno, quantos de nós não já exigimos dele notas ALTÍSSIMAS nas provas, sem lembrarmos-nos de nossas notas baixas quando éramos crianças?

Longe de aqui querer dizer a você, meu caro leitor, que devemos nos calar diante da vida, mas precisamos entender que a capacidade de estabelecer relacionamentos é o que diferencia um ser humano do outro, um profissional do outro.

Saber viver é saber que todos têm formas e formas de comportamento, onde ninguém é igual, aliás, não há clones humanos.

Temos que tratar os desiguais, que somos, desigualmente, esperando das pessoas apenas o que elas têm para dar.

Pense nisso e até a próxima.

Gonçalo Pontes Júnior
Conferencista e Palestrante

Comentários