Janot denuncia cúpula do PMDB por organização criminosa

9 set 2017

ZSEN-840x440

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou nesta sexta-feira (8) denúncia ao Supremo Tribunal Federal contra senadores do PMDB pelo crime de organização criminosa.

Foram denunciados os senadores Edison Lobão (MA), Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA), além do ex-senador José Sarney. Também foi denunciado o ex-senador pelo PSDB e ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

A íntegra da denúncia ainda não foi divulgada, mas está relacionada com a delação premiada do ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado, empresa subsidiária da Petrobras. O processo ficou conhecido como o do “quadrilhão do PMDB” no Senado.

Os citados são acusados por Rodrigo Janot de terem recebido propina de R$ 864 milhões e gerarem prejuízo de R$ 5,5 bilhões aos cofres da Petrobras e de R$ 113 milhões aos da Transpetro.

A pena varia entre 3 a 8 anos de prisão, além de multa. Para a PGR, há indícios de que o grupo mantinha controle sobre as diretorias Internacional e de Abastecimento da Petrobras, além da Transpetro, para angariar propinas de fornecedores da estatal.

O inquérito é relatado pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF.

UOL
Com Polêmica Paraíba

Comentários