Luiz Couto afirma que PT continuará unido e não cederá “aos caprichos do PMDB”

27 jun 2014

O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) fez referência nesta sexta-feira (27) aos fatos políticos envolvendo o seu partido e o PMDB.

Couto afirmou que o PT da Paraíba não pode ser acusado de intransigente ou de não querer se coligar com o PMDB, “pois atendeu aos peemedebistas ao retirar a candidatura própria ao governo do estado e quando ofereceu o nome de Lucélio Cartaxo para o Senado, tudo isso com o propósito de fortalecer a pré-candidatura de Veneziano”.

“Depois o PMDB voltou a fazer exigências com relação à proporcional e, por fim, retirou a pré-candidatura de Veneziano sem qualquer comunicação ao PT”, completou.

Luiz Couto disse que o PT unido decidiu, acertadamente, apoiar à reeleição do atual governador e “não vai ceder em hipótese alguma aos caprichos do PMDB”. “Vamos permanecer unificados em prol da reeleição da presidenta Dilma Rousseff e do governador Ricardo Coutinho”, acrescentou.

O deputado assegurou que o PT paraibano também seguirá firme no propósito de aumentar a bancada no Congresso Nacional, elegendo deputados federais e o primeiro senador do partido na Paraíba, e na Assembleia Legislativa, elevando o número de deputados estaduais.

Comentários