Minha querida Vó Martinha, Trago nas minhas melhores lembranças o seu legado de educadora e mulher forte. Por Silmara Mendes

16 maio 2017

image

Hoje a tarde está triste e silenciosa. A mulher da minha vida partiu sem despedidas. Perdi minha mãe aos 8 anos e fui privilegiada por ter minha avó como a melhor referência. Não consegui dar o abraço tão desejado e esperado. Trago em mim seus ensinamentos sobre respeito, igualdade, justiça, amor e acima de tudo de compaixão. Estou buscando palavras para expressar o amor, a gratidão e a saudade que sinto, mas não consigo, pois a falta do abraço não dado é muito forte. Além de avó, ela era minha madrinha. Não consegui dividir com ela, mas o primeiro agradecimento de minha tese do doutorado foi dedicado a ela. Ela não chegou a lê-lo. Expressa a minha gratidão, o carinho e o amor por essa grande mulher. Minha avó querida deixa um legado lindo de educadora e mulher extraordinariamente forte, admirável e maravilhosa, além da saudade enorme.

“Primeiramente devo agradecer à minha avó Martinha, que contribuiu para que eu fosse uma pessoa melhor e disposta a enfrentar as adversidades da vida, sempre me apoiando nas minhas escolhas, ainda que distante fisicamente – a melhor referência que eu poderia ter tido na vida. Trago nas minhas melhores lembranças o seu legado de educadora e mulher forte. A ela agradeço os ensinamentos, o afeto e por tudo o que conquistei na vida pessoal e profissional”.

image (1)
Silmara Mendes

Comentários