O REI DO BAIÃO

8 jun 2015

Luiz Gonzaga, filho de Januário
Neste teu centenário, se dotada fosse
Se eu pudesse, saía cantando
Acompanhada de zabumba, triângulo e sanfona
O teu inesquecível e amado nome,
Dizendo que tua voz foi instrumento
Que divulgou com amor
O Sertão, seu clamor e sua gente.

Luiz Gonzaga, filho de Januário
Neste teu centenário já está registrado
Que o mundo de ti tem saudade
e que de tanta saudade, mas tanta mesmo
A Acauã cantou. Cantou sem calar
Um canto tão triste, tão penoso
Que o Sertão inteiro chorou.

Luiz Gonzaga, filho de Januário
Neste teu centenário
Fica provado que de tua voz majestosa
Todo o Brasil sente saudade
E que lamenta a perda irreparável
daquele que em sua sanfona
A pobreza, a fome, a sede, a exclusão,
As injustiças e as tristezas do Sertão
Como ninguém mais, tocava.

Francisca Vânia Rocha Nóbrega

Comentários