Obsessão da turma de SP pode colocar ninho a perder

24 maio 2013

Vi na imprensa nacional que o governador de São Paulo Geraldo Alckmin defendeu o nome do ex-governador José Serra para disputar, novamente, a eleição presidencial de 2014. Declarou que a convenção do último sábado que elegeu o senador mineiro Aécio Neves presidente nacional do PSDB ao tempo que lançou sua pré-candidatura não serviu para unidade da legenda. Juntos, Alckmin e Serra já perderam três eleições para o PT. Mesmo assim ainda não descobriram que o tempo deles passou e que o cenário exige sangue novo na disputa. Com essa obsessão paulista que não acaba nunca, onde o café não dá uma colher de chá para o leite, a dupla de insossos tucanos, insistindo em evitar a unidade em favor de Aécio, vai colocar tudo a perder novamente. E eu pensei que mesquinharia fosse privilégio da política na Paraíba.

Luís Tôrres

Comentários