Onda de protestos: estudantes pintam a cara e fazem história em Quixeramobim

22 jun 2013

ONDA DE PROTESTOS: ESTUDANTES PINTAM A CARA E FAZEM HISTÓRIA EM QUIXERAMOBIM

O movimento que tomou conta do país começou a chegar a cidades de menor porte, e Quixeramobim sai na frente no Sertão Central cearense.

Centenas de estudantes começaram a se concentrar por volta das 14h00 desta sexta-feira, 21, na Praça da Estação. Liderado por um grupo mais ativo, o grito de “Acorda Quixeramobim” foi tomando conta dos manifestantes. Pouco depois das 15h00 o movimento saiu pelas principais ruas do centro da cidade. Alguns comerciantes, talvez assustados com os acontecimentos de vandalismo vistos pela TV, preferiram fechar as porta. Um deles disse a nossa reportagem que foi apenas por precaução. A grande maioria dos manifestantes era de estudantes que durante a semana se mobilizaram através das redes sociais. Grande parte deles estava com a cara pintada com as cores da bandeira brasileira.

Os estudantes se concentraram ao lado da Igreja Matriz de Quixeramobim após passarem em frente à Prefeitura Municipal, onde cantaram o hino nacional, e a Câmara Municipal do Município. No final, os lideres leram uma carta com apelos sociais sempre clamando para um maior investimento na educação, além de lembrarem obras que necessitam ser feitas no município como à recuperação da Rodoviária e a construção da Praça da Juventude.

Com bastante criatividade, os cartazes chamavam atenção da população com as frases, “estou tão puto que fiz um cartaz”, “Escola nota 10, ta “serto””, “Brasil, um pote de sorvete cheio de feijão”, “Quixeramobim, mas problemas na cidade que letras no nome”, “Impostos: eu pago, tu pagas, eles pegam”, “Saímos do facebook”, “Cadê nosso nióbio?”, Cansei de ser pau mandado, quero ser efetivado. Ass: Funcionário público”.

Moradores observavam a movimentação com curiosidade. Alguns deles aplaudiam e louvavam a ação, mesmo que de menor porte dos grandes centros urbanos, mostrando para a sociedade que Quixeramobim também tem que participar da história. “Em plena época de copa das confederações, olhar para esses jovens e ver que eles estão na rua discutindo política em vez de futebol, é um vitória para o Brasil”, comentou um dos moradores que observava o movimento.

Segundo a polícia militar, aproximadamente 500 pessoas participaram do movimento que ocorreu com tranquilidade. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito auxiliaram os manifestantes garantindo a segurança das ruas desviando o trafego.

[portfolio_slideshow]

Por Fernando Ivo
http://www.osertaoenoticia.com

Fotos: osertaoenoticia
Vídeo: TV Pompéia

Comentários