ONDE ENCONTRAR SÃO SARUÊ

19 jul 2017

Recebi a incumbência da escritora Maria Dorotéa da Silva, Doutora em Literatura pela Universidade Federal da Paraíba e Professora da Universidade Estadual da Paraíba (Campus de Monteiro), para prefaciar sua obra mais recente – Em busca de São Saruê -, fruto de sua Dissertação de Mestrado, o que muito me honra, principalmente por se tratar de uma ex-aluna.

A autora busca o mito São Saruê por meio de um panorama sobre o imaginário, nas leituras acuradas sobre o cordel, que teve início na Península Ibérica e chegou à Paraíba. Aqui chegando, no Nordeste paraibano, encontrou Manoel Camilo dos Santos.

Proseguindo na sua busca incessante, a escritora traça a trilha do poeta cordelista, sertanejo valente, e segue com ele a viagem virtual a São Saruê.

Nos preparativos para empreender a busca ao paraíso fantástico de São Saruê, Maria Dorotéa da Silva encontrou Os monstros da Paraíba; O sabido sem estudo;O valente sertanejo; Lourival e Teresa, e A moça que dansou com o diabo cintura fina, constituindo, assim, seis folhetos do vate Manoel Camilo dos Santos.

Na sua investidura pela busca a São Saruê, a autora observou que “a crítica não deu ainda o devido tratamento à obra de Manoel Camilo dos Santos, considerada ímpar na questão do mito, do fantástico, da utopia no imaginário popular” .

Considerando a observação supracitada, para encontrarmos São Saruê faz-se mister nos debruçarmos sobre a literatura popular, direcionando um olhar crítico através de uma releitura das obras do poeta cordelista Manoel Camilo dos Santos, em especial, à Viagem a São Saruê e, à leitura desta obra de Maria Dorotéa da Silva, uma oportunidade de realizar uma viagem imaginária, fantástica, maravilhosa pelo país São Saruê.

Convido, portanto, os leitores a desfrutarem desta viagem extraordinária.

Marinalva Freire da Silva
Membro da União Brasileira de Escritores –UBE-PB
Academia de Letras e Artes do Nordeste- ALANE-PB
Instituto Paraibano de Genealogia e Heráldica

Comentários