Para os gregos e troianos…

29 abr 2013

PARA OS GREGOS E TROIANOS…
Autor: Geraldo Moreno Rolim

Será que algum dia escreverei o soneto perfeito?
Acho que não saberei, pois sigo meu coração…
E vou transformando em versos a dor do meu peito,
E deixo fluir… sem policiar minha inspiração.

Será que algum dia escreverei como os grandes poetas?
Não sei… mas sinto uma energia boa ao desabafar…
Por isso vou seguindo, nem sempre em linhas retas,
Mas uma certeza eu tenho: minha alma não quer calar…

Continuarei a lançar meu grito em forma de poesia,
Escreverei no vento forte, ou depois… na calmaria…
Vou escrevendo, hoje, amanhã… e deixo passar os anos.

Estou em paz, por isso me amo, sem narcisismo…
Minha poesia viajará, e atingirá o idealismo,
De que um dia serei lido pelos “gregos e troianos”.

SP, Abr/2013

Comentários