PMDB não abre mão de cabeça de chapa, mas pode se unir ao PSDB

12 maio 2014

O presidente do PMDB da Paraíba, José Maranhão, respondeu nesta segunda-feira (12) as declarações do presidente do PSDB no estado, deputado federal Ruy Carneiro, que cogita a aliança entre as duas legendas na chapa majoritária. Para o dirigente peemedebista, essa seria uma “tese interessante”.

Apesar de não descartar a união, Maranhão afirmou que acha improvável que essa coligação aconteça no primeiro turno, já que o pré-candidato do PMDB, o ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo, não retirará sua postulação na cabeça de chapa.

“Temos um candidato forte, que irá crescer a partir das convenções, agora existe um ensaio. O que existe é um amistoso. Teremos três candidaturas, a do governador, de Cássio e Veneziano (…) A união no primeiro turno eu não acho fácil. Dificilmente terá essa possibilidade de retirar a candidatura de Veneziano”, acredita.

Já para o segundo turno essa é uma possibilidade vista com bons olhos pelo PMDB, porém, segundo ele, é preciso que o PSDB mostre detalhes de como essa aliança poderia ser viável.

“Resta saber os detalhes. O PMDB tem um candidato e é claro. Mas em tese eu acho interessante”, analisou.

Comentários