Pombal ganha centro de tratamento para dependentes químicos

6 maio 2013

“Aqui, vidas serão salvas”, disse a prefeita Polyana

Dependentes químicos de dezenove municípios do Alto Sertão da Paraíba, polarizados por Pombal e Catolé do Rocha, passarão a ser atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial Álcool de Drogas (CAPS AD III), entregue na última sexta-feira (03) em Pombal, pela prefeita Polyana Dutra (PT).

O CAPS funcionará no antigo hospital ‘Sinhá Carneiro’, e recebeu o nome de “Padre Solon Dantas de França”.

De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, o serviço oferecerá atendimento psicológico, psiquiátrico e social para dependentes e familiares.

Nos casos mais graves, o paciente ficará ‘internado’ por até 14 dias e posteriormente ser encaminhado para unidades mais avançadas na Capital do Estado.

“A partir de hoje vamos unir as famílias, separadas pelo vício do álcool ou drogas”, disse a gestora, na solenidade de inauguração.

O evento contou com a presença de prefeitos da região do Médio Piranhas, como Cristóvão Filho (Cajazeirinhas), Severino Pereira (Paulista), Giovana Olímpio (São Bentinho), Ana Maria Dutra (Brejo do Cruz) e Ivaldo Lima (Bom Sucesso).

Polyana enalteceu a parceria com a Diocese de Cajazeiras – dona do imóvel -, que estava representada pelos Padres Agripino Ferreira e Ernaldo José.

Ela fez um relato da luta para conseguir o programa para Pombal, destacando o empenho pessoal da Secretária de Saúde do município, Roselene Freitas, além do Ministro Alexandre Padilha (Saúde) e do governo do Estado, através de Shirlene Queiroz, coordenadora de Saúde Mental da Secretaria estadual da Saúde, que representou o Secretário Waldson de Souza.

“A droga é a doença do século, que tem provocado divisão e destruição de famílias, rejeição da sociedade e morte de quem a usa. Nosso objetivo com esse programa é diminuir o sofrimento das vítimas desse mal. Vamos curar e salvar a vida de pessoas em nossa região”, disse Polyana.
Por Naldo Silva – Liberdade 96 FM

[portfolio_slideshow]

Comentários