Prefeito Gervázio vai participar de audiência sobre Eixo Norte da Transposição

8 jun 2017

Um dos defensores da frente que busca a viabilização das obras da transposição do Rio São Francisco até a Barragem capivara, o Prefeito de Bernardino Batista Gervazio Gomes confirmou presença na audiência pública para discutir a situação da obra do eixo norte da transposição das águas do Rio São Francisco. O evento será realizado na próxima sexta-feira (9), a partir das 8h30, na Fundação Lica Claudino, em Uiraúna e contará com a participação do secretário Nacional de Infraestrutura Hídrica, Antônio de Pádua, representando o Ministério da Integração Nacional. A propositura é do deputado federal Wilson Filho (PTB).

O prefeito da cidade serrana de Bernardino Batista e presidente do Consorcio de desenvolvimento da nascente do Rio do Peixe, quando em Brasilia na XX Marcha dos Prefeitos esteve em audiência com o Ministro da Integração Nacional Helder Barbalho, quando, na oportunidade foi dado garantias e demonstrado interesse por parte do Governo Federal em viabilizar tão importante obra que, de acordo com Gervazio Gomes ” se encontra travada pela burocracia extrema e necessita de urgência na viabilização para um possível conforto hídrico para a população sertaneja em um futuro bem próximo”, o gestor ainda afirmou que ”acima da confiança está a esperança” e que esta audiência será um marco importante desta obra.

A audiência pública também contará com a participação de representantes do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), órgãos vinculados ao governo do estado, deputados, vereadores e sociedade civil organizada.

Eixo Norte – O Projeto de Integração do Rio São Francisco possui 477 quilômetros de extensão, divididos em eixos Norte e Leste, e beneficiará 12 milhões de pessoas no Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba. Hoje, a região de Campina Grande e a cidade de Monteiro (PB), além de Sertânia (PE), já recebem as águas do Velho Chico. A conclusão da obra do eixo norte da transposição das águas do rio São Francisco vai beneficiar mais de 12 milhões de nordestinos.

Assessoria

Comentários