Procurador da Prefeitura de CZ lamenta mais uma pendência junto ao governo federal

23 maio 2013

Procurador da Prefeitura de Cajazeiras lamenta mais uma pendência junto ao governo federal e diz que luta para deixar o município adimplente é constante

O Procurador Jurídico da Prefeitura de Cajazeiras, Silvio Nogueira, lamentou mais uma vez, a chegada de mais um processo e uma pendência junto ao Governo Federal por falta de prestação de contas do ex-prefeito Leonid Abreu.

Com a rejeição e as irregularidades detectadas na prestação de conta do convênio junto ao Ministério do Turismo, o ex-gestor terá que devolver cerca de R$ 800 mil, valor este corrigido que foi disponibilizado para as festividades juninas de Cajazeiras no ano de 2009.

O não recolhimento do débito apurado no prazo fixado é motivo de inadimplência do convenente no CAUC – Serviço auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias, dos diversos responsáveis no CADIN – Cadastro Informativo dos Créditos não quitados de órgãos e entidades federais, bem como, instauração de Tomada de Contas Especial.

Segundo o Ministério do Turismo, o ex-prefeito Léo Abreu não comprovou a devida aplicação dos recursos com a contratação de artistas, bandas, realização dos shows e demais despesas com o evento, como hospedagem e publicidade.

Por sua vez, Silvio Nogueira revelou que a determinação da prefeita Denise Albuquerque é regularizar todas as situações no menor espaço de tempo possível, isso para que o município volte a receber recursos federais. “ Infelizmente nos deparamos quase que todos os dias com problemas, mas aos poucos estamos colocando as coisas em dia e no intuito de ‘limpar’ o nome da Prefeitura de Cajazeiras em Brasília. Não será fácil, mas vamos conseguir,” disse o Procurador.

Comentários