Roda Viva

21 fev 2013

Roda Viva

Na falta de mim,
Que andes sozinha;
Na falta de ti,
Penses o que tinhas…
Esse mundo é redondo,
Um círculo absurdo,
Veloz, ele roda,
Deixando-nos surdos.
Quando tu gritas,
Então fico mudo.
Há angústias, enfim,
Como a falta de ti,
Na ausência de mim…
Quando te ausentas,
Estás na poesia,
Para que eu sinta
O que existe de ti,
Talvez dentro de mim…

Damião Ramos Cavalcanti

Comentários