Secretária Léa Silva visita cidade paulista para conhecer projetos sociais

14 jun 2013

A secretária de Cidadania e Promoção Social da cidade de Cajazeiras, Léa Silva continua no estado de São Paulo, onde cumpre agenda de visitas a várias prefeituras e secretarias ligadas ao setor social. Nesta quinta-feira (13) a secretaria esteve na cidade de Poá, localizada na região metropolitana da cidade de São Paulo, conhecendo alguns projetos desenvolvidos pelo município.

Estavam presentes no encontro também, os secretários municipais Geraldo Oliveira (Governo), Márcia Bin de Sousa (Assistência e Desenvolvimento Social), Carlos Tavares de Lima (Comunicação), o vice-prefeito da cidade Marcos Borges e o vereador Diogo Reis da Costa.

Em visita ao gabinete do prefeito Francisco Pereira de Sousa, conhecido como  Testinha, Léa Silva elogiou os projetos colocados em prática pela atual gestão e destacou o compromisso do prefeito e de seus secretários com a cidadania e o social. “Sabemos do cuidado que o Testinha tem com a educação, segurança, social e em outras áreas, portanto vim conferir com o objetivo de levar ideias para a minha cidade e também presenciar esse modelo de gestão poaense digno de elogios”, disse.

O prefeito de Poá mostrou os investimentos e as obras feitas e as que estão em andamento para a secretária de Cajazeiras. Segundo Testinha, é importante esse contato. “Esses encontros nos permitem falar sobre as formas de se administrar, além de apresentar os projetos, que como ela (Lea) disse, servirão de modelo para Cajazeiras, que, aliás, é uma bela cidade”, comentou Testinha.

Nos últimos anos o município de Poá acumulou bons resultados em índices sociais, como o Índice de desenvolvimento humano (IDH), o Índice de desenvolvimento infantil (IDI) e o Índice de desenvolvimento da educação básica (IDEB); neles, Poá supera todos os municípios da região. Em 2007 foi considerada uma das cidades mais seguras da Grande São Paulo, mais precisamente a 5ª, atrás apenas de São Caetano do Sul, Barueri, Caieiras e Mogi das Cruzes.

Comentários