SMS e Vigilância Ambiental de Cajazeiras conseguem mais um importante projeto contra o Aedes Aegyti

5 dez 2017

A Secretaria de Saúde através da Coordenação de Vigilância Ambiental em parceria com as Secretarias de Educação e Meio Ambiente lançará no próximo dia 12 de dezembro o projeto “Crotalária Nota 10” a Natureza contra o mosquito Aedes Aegypti, que consiste numa luta contra a infestação do mosquito da dengue, através de uma planta que atrai o seu predador.

Mesmo Cajazeiras conseguindo diminuir significativamente o índice de infestação, que em janeiro de 2017 era de 11,2% passando para 2% em novembro, a população precisa ficar em alerta, e por isso, o projeto deverá dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelos Agentes de Endemias com o apoio de outros setores da cidade.

A Secretária Dra. Paula explicou que é preciso todos ficar vigilantes, pois, estamos chegando ao período de chuvas, e é nessa época que o mosquito se prolifera.

O papel da Secretaria de Saúde será o de mapear e coordenar o projeto, objetivando expandir a plantação da crotalária e instruindo a população através dos Agentes de Endemias.

O projeto envolverá a Secretaria de Educação que terá o papel de oferecer a comunidade escolar bem como os moradores da região um estudo detalhado da planta crotalária breviflora, trazendo meios de trabalhar o controle do Aedes Aegypti.

Enquanto isso, a Secretaria Executiva de Meio Ambiente adquiriu 30 mil sementes da crotalária e será responsável pela distribuição e fabricação de mudas.

O que é a Crotalária?

A Crotalária atrai a libélula, um inseto predador do mosquito da dengue. Com o plantio da Crotalária no jardim ou quintal de casa, ou até no jardim da empresa, a libélula, que busca colocar ovos em água parada, assim como o mosquito Aedes Aegypti, vai depositar seus ovos, essas larvas vão se alimentar das larvas do mosquito transmissor da dengue acabando com aquele foco. O mesmo acontece com a libélula adulta, ela é predadora e se alimenta de pequenos insetos, o que inclui o Aedes Aegypti. Assim, quebra-se a cadeia reprodutora do mosquito da dengue.

SECOM (CZ)

Comentários