Socialista e advogado Chiquinho do PT: uma história de lutas

23 abr 2018

Em 31 de janeiro de 1951 nascia na comunidade do Pinhão-zona rural de Vieirópolis – PB, Francisco Valdemiro Gomes, filho dos saudosos, Valdemiro Gomes Machado (Miro Machado) e D. Mundica Emídio. Dr. Chiquinho do PT é neto de Tibúrcio Gomes Machado e Ângela Nogueira “in memoriam” casal que recepcionou a Coluna Prestes na comunidade do Pinhão-Vieirópolis.

A Coluna Prestes foi um movimento político-militar brasileiro existente entre 1925 e 1927 e ligado ao tenentismo de insatisfação com a República Velha, exigência do voto secreto, defesa do ensino público e a obrigatoriedade do ensino primário para toda a população. Em sua marcha pelo Brasil, os integrantes da Coluna Prestes denunciavam a pobreza da população e a exploração das camadas mais pobres pelos líderes políticos.

Sob o comando principal de Luís Carlos Prestes (chefe de estado-maior), a Coluna Prestes enfrentou as tropas regulares do Exército ao lado de forças policiais de vários estados, além de tropas de jagunços, estimulados por promessas oficiais de anistia. Luís Carlos Prestes, que posteriormente entra no Partido Comunista Brasileiro (PCB). Prestes foi chamado por esta marcha de cavaleiro da esperança na luta contra os poderes dominadores da burocracia e dos setores elitistas.

Francisco Valdemiro Gomes em 1960 trabalhou como ajudante na bodega do seu pai Miro Machado. De 1964 a 1967 exerceu a profissão de agricultor. De 1967 a 1971 foi estudante e concluiu o ginásio, atual ensino fundamental. Trabalhou como ajudante na mercearia do seu tio o saudoso Antônio Batista em Sousa-PB, onde residiu. Aos sábados trabalhava no Armazém do saudoso comerciante sousense, Júlio Estrela, juntamente com João Estrela que anos depois foi eleito prefeito e deputado estadual.

Em 05 de outubro de 1968 morre a sua mãe D. Mundica Emídio. Com a morte do seu pai Miro Machado em 11 de janeiro de 1972 voltou a exercer a atividade agrícola. Teve algumas incursões no magistério até 1978. O servidor do Ministério Público da Paraíba, Francisco Barbosa Rocha foi seu aluno. De 1979 a 04 de agosto de 1980 exerceu as profissões de professor, pequeno comerciante ambulante vendendo produtos como redes e imagens de santos. Com a morte dos seus pais assumiu o papel de arrimo de família.

Assumiu o cargo de tutor para proteger, educar, orientar, responsabilizar-se e administrar os bens dos seus irmãos que ficaram órfãos. Dr. Chiquinho é uma referência para a família.

De 05 de agosto de 1980 a 31 de julho de 1965, Francisco Valdemiro Gomes exerceu o cargo de bancário na Agência do Banco do Brasil, agência de Sousa-PB na qual exerceu as funções de caixa, assistente de supervisão e supervisor tendo perdido a última em razão da atividade sindical e a militância de esquerda, o que mais gosta de fazer.

O Dr. Francisco Valdemiro Gomes (Chiquinho do PT) é uma figura de relevo no cenário jurídico e político da região de Sousa. Graduado em Direito pela UFPB. Ex-líder sindical, ex-vereador, ex-vice-prefeito de Sousa pelo PT, tendo como prefeito o advogado João Marques Estrela e Silva pelo PDT. Dr. Chiquinho é um intelectual socialista, advogado de notório saber jurídico e reputação ilibada, com militância na Comarca de Sousa e região e especialista em direito eleitoral. Atuou como Procurador dos Municípios de Santa Cruz e Vieirópolis e assessor jurídico da Câmara Municipal de São José da Lagoa Tapada – PB. Assessor jurídico no Município de Marizópolis.

Dr. Chiquinho do PT é casado com a Sra. Francisca Sena. São seus filhos o psiquiatra e médico do Complexo Hospitalar Dr. Clementino Fraga em João Pessoa, Dr. Zeno Gomes Sena; o pediatra Evaldo Sena e a ex-vice-presidenta da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Sousa-PB e Ex-procuradora do Município de Vieirópolis – PB e atual Subprocuradora da Prefeitura de Sousa-PB, Dra. Luci Gomes de Sena.

Dr. Chiquinho do PT é um avô bonachão de Vinicius, Luiza e Domitila. É irmão do ex-vice-prefeito de Vieirópolis – PB, agropecuarista, José Emídio Moreira Neto (Zé de Miro) e do agropecuarista Valdeci Emídio Gomes, do empresário Jader Machado e Geraldo Machado; do representante comercial Tibúrcio Gomes Machado Neto; de Fábio Machado e de Graça Emídio Gomes. Dr. Chiquinho do PT é primo dos atuais vereadores de Vieirópolis – PB, Francisco Emídio de Abrantes (Tico de Neco); José Eliberto de Abrantes; dos ex-vereadores Francisco Assis de Abrantes (Dá Abrantes) e Maurício Abrantes; do vereador no município de Augusto Correa – PA, Valécio Abrantes, da enfermeira da Prefeitura Municipal de João Pessoa, Irismar Braga Batista; dos empresários Manassés Batista e Esdras Batista e do advogado João Paulo Estrela.

Assim como o primeiro-ministro esquerdista da Grécia, Alexis Tsipras da Coligação de Esquerda Radical (Syriza) os dois mantêm em seus locais de trabalho uma foto de Che Guevara. Dr. Chiquinho do PT é amigo íntimo do ex-vereador do Partido dos Trabalhadores (PT) em Cajazeiras – PB e militante egresso do Partido Operário Revolucionário Trotskista – PORT, seção brasileira da Quarta Internacional Socialista Posadista (PORT – P), fundado em 1955, Severino Dantas Fernandes e do ex-prefeito de Sousa-PB, advogado João Marques Estrela e Silva.

Dr. Chiquinho do PT também é amigo pessoal do advogado, marxista, militante ecossocialista, articulador do movimento cidade semiárida. Membro do Comitê de Energia Renovável do Semiárido Júlio César Nóbrega; do Ex-Secretário de Planejamento da Prefeitura Municipal de Sousa e professor aposentado da UFCG, socialista, petista, Antônio Nóbrega Gadelha Queiroga; do médico socialista, Francisco Nóbrega Gadelha (Dr. Titi); do socialista e microempresário Bebeto Nabor; advogado socialista Egberto Guedes; da advogada Vera Vernaide Pordeus Formiga de Oliveira; do Dr. Lamartine Bernardo; ex-vereador do PT, advogado e mestre, José Lafayette Pires Benevides Gadelha; do professor doutor, coordenador do Curso de Direito da Faculdade São Francisco (FASP) de Cajazeiras – PB, aluno fundador da Faculdade de Direito de Sousa – FDS e ex-diretor do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais (CCJS) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campus de Sousa – PB, Joaquim Cavalcante de Alencar, dentre outros.

O advogado Francisco Valdemiro Gomes (Chiquinho do PT) recepcionou o líder de massa Luiz Inácio Lula da Silva em 1994, na Caravana da Cidadania em sua passagem por Sousa – PB ao lado de lideranças progressistas como o deputado estadual Anísio Maia (PT-PB), médico socialista, Francisco Nóbrega Gadelha (Dr. Titi); advogados Egberto Guedes e Vera Vernaide Pordeus Formiga de Oliveira, o saudoso líder sindical Antonino do INSS, dentre outros. Em 2015 ao lado de outras lideranças progressistas de Sousa-PB, defendeu o mandato da presidenta Dilma contra o golpe forças conservadoras do Brasil.

Dr. Chiquinho do PT é considerado um dos principais intelectuais progressistas da cidade de Sousa e região, ele mantém a postura socialista, a cordialidade, a elegância ao escrever e o otimismo na construção de uma sociedade livre, justa e solidária. É militante petista, homem de esquerda, uma das reservas morais da região, admirador de Ernesto Che Guevara; Fidel Castro; Raul Castro, Vladimir Ilyich Ulyanov (Lenin); Friedrich Engels; Karl Marx; do líder e secretário-geral do Partido Comunista do Brasil, Luís Carlos Prestes; da ex-presidenta Dilma e do líder carismático e ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. É defensor do socialismo como caminho para a igualdade.

Abdias Duque de Abrantes – jornalista, servidor público, advogado e pós-graduado em Direito Processual do Trabalho pela Universidade Potiguar (UnP), que integra a Laureate International Universities

Comentários