Socialistas e trabalhadores celebram o aniversário do filósofo, Karl Marx

7 maio 2018

Socialistas e trabalhadores de todo o mundo celebraram sábado (5) de maio, o aniversário do revolucionário socialista, filósofo, economista, historiador, sociólogo, escritor e jornalista, Karl Heinrich Marx. Ele nasceu em  Tréveris5 de maio de 1818 na Renânia-Palatinado da PrússiaConfederação Germânica mais tarde se tornou apátrida e passou grande parte de sua vida em Londres, no Reino Unido.  Faleceu no dia 14 de março de 1883 na Inglaterra aos 64 anos. Foi enterrado na condição de apátrida, no Cemitério de Highgate, em Londres. Marx foi o terceiro de nove filhos, de uma família de origem judaica.

Era filho de Heinrich Marx e Henriette Pressburg.  Foi casado com Jenny von Westphalen e pai de, Jenny Laura, Edgar, Henry Edward Guy, Jenny Eveline Frances e Jenny Julia Eleanor. Publicou vários livros durante sua vida, sendo O Manifesto Comunista (1848) e O Capital (1867-1894) os mais proeminentes.  Karl Marx nasceu em uma família de classe média  e estudou nas universidades de Bonn e Berlim, onde se interessou pelas ideias filosóficas dos jovens hegelianos. Marx foi o fundador da moderna e mais avançada ciência da sociedade, o materialismo crítico e dialético. A obra de Marx é única na análise das condições de desigualdade social.

Muitos dos amigos mais próximos de Marx prestaram-lhe homenagem no seu funeral, incluindo Wilhelm Liebknecht e Friedrich Engels. Este pronunciou as seguintes palavras:

“Marx era, antes de tudo, um revolucionário. Sua verdadeira missão na vida era contribuir, de um modo ou de outro, para a derrubada da sociedade capitalista e das instituições estatais por esta suscitadas, contribuir para a libertação do proletariado moderno, que ele foi o primeiro a tornar consciente de sua posição e de suas necessidades, consciente das condições de sua emancipação. A luta era seu elemento. E ele lutou com uma tenacidade e um sucesso com quem poucos puderam rivalizar”

Em 1954, o Partido Comunista Britânico construiu uma lápide com o busto de Marx sobre sua tumba, até então de decoração muito simples. Na lápide, estão inscritos o parágrafo final do Manifesto Comunista (“Proletários de todos os países, uni-vos!“) .

A grande obra de Karl Marx é O Capital, na qual trata de fazer uma extensa análise da sociedade capitalista. É predominantemente um livro de Economia Política, mas não só. Nesta obra extraordinária, Marx discorre desde a economia, até a sociedadeculturapolítica e filosofia. É uma obra analítica, sintética, crítica, descritiva, científica, filosófica, etc. O Capital é extensa análise da sociedade capitalista.

Karl Marx apoiava a abolição do Estado, enquanto mecanismo pensado e desenvolvido para exercer o domínio de uma classe social. Quando o alvo final de uma sociedade igualitária, sem classes, sem exploradores e explorados fosse atingido, o Estado deixava de fazer sentido.

Raras personalidades históricas despertam tantas paixões e tantas polêmicas como Karl  Marx. Idealizado por uns e demonizado por outros, Karl Marx foi, acima de tudo, um homem de seu tempo, atento às profundas transformações pelas quais passava o mundo e a Europa em particular. Uma dessas transformações apontava para o surgimento de um novo sujeito político, o proletariado.  Em toda a sua produção intelectual é o proletariado que está no centro do processo histórico.

Suas ideias apontavam para a abolição do regime capitalista, a supressão da burguesia e o fim da propriedade privada.  O pensamento de Karl Marx continua essencial para compreender nossos problemas atuais. O marxismo continua de pé, ajudando a entender o mundo do capitalismo e suas contradições, e educando exércitos de trabalhadores e pessoas de pensamento avançado a lutar contra este mundo injusto e desigual.

Abdias Duque de Abrantes

Advogado e Jornalista

 

Comentários