Sustentabilidade que não é a Ambiental

15 jul 2013

Já tem alguns anos que ouvimos constantemente a repetição desta palavra: SUSTENTABILIDADE!

Indubitavelmente é inconteste a importância do meio ambiente – e exatamente por esta razão surgiu o tema, que com o passar do tempo fez com que mudássemos a nossa cultura em relação aos nossos hábitos de não mais atingir maleficamente o meio em que vivemos.

Começamos a ver programas mundiais voltados para um maior cuidado com as florestas, os rios, o mar, o ar e por aí vai.

Se pararmos para analisar tudo, a este respeito, o que aconteceu neste passar dos anos, vamos notar que passamos a ter dificuldades em jogar lixo nas calçadas, plásticos, restos de cigarros, garrafas, pilhas e por aí também vai.

A uma conclusão podemos, então, chegar com facilidade: falou-se tanto na sustentabilidade ambiental que os habitantes do mundo diminuíram, em muito, a agressividade e desleixo com a natureza.

Dentro desse contexto de aprendizado (qual seja o da insistência), tenho falado ao público que me assiste por meio de minhas palestras, que está mais do que na hora de começarmos a nos preocupar com outras três formas de sustentabilidade que compõem nossas dimensões humanas: a pessoal, a familiar e a pessoal!

A este respeito quero repisar o que já mencionei em outros artigos: estamos vivendo uma época em que cada vez mais precisamos menos de favores para ser bem ou mal lembrados – é o que fazemos ou deixamos de fazer que deixa a nossa marca nas pessoas.

Em sendo assim, deixo algumas reflexões e dicas para você pensar:

Quanto à Sustentabilidade Pessoal:

1.    Acorde com a convicção de que você é a principal ferramenta para conseguires o que desejas na vida;

2.    Lembre o tempo todo de seu sonho e faça, todos os dias, algo por ele;

3.    Muitos queriam morar em sua casa e ter a sua família para ser o dobro mais feliz que você;

4.    Pare de ser infeliz pelo que, ainda, não é e não tem;

5.    Não esqueça o valor da humildade.

Quanto à Sustentabilidade Familiar:

1.    O tempo que você tem dedicado às pessoas que ama é condizente com o valor que elas têm para você?

2.    Para você ouvir EU TE AMO de seus familiares é fundamental você começar dizer isto a eles;

3.    Procure uma vez por semana, pelo menos, ligar para alguém que amas e que não tens tido tempo em visitá-lo (a) e diga-lhe o quanto ele (ela) é importante para você;

4.    A melhor forma de se ter um grande amigo na vida é, inicialmente, sendo este amigo; (amigos são a família que escolhemos)

5.    Transforme-se no grande ouvinte de sua família, este membro familiar está em extinção.

Quanto à Sustentabilidade Profissional:

1.    Surpreenda seus colegas de trabalho, seu chefe e a você mesmo com uma ação incomum (por menor que seja: sirva uma água ou um café)?

2.    Faça de seu trabalho uma obra de arte: seja detalhista com a preocupação com a perfeição, pois a diferença que distingue um grande profissional não está no que ele faz, mas na forma como faz;

3.    Seja conhecido por ser disponível, flexível e parceiro;

4.    Preocupe-se com os custos de sua empresa, tenha o comportamento de dono dela;

5.    Pare de chamar borboletas para o seu jardim, cuide melhor dele que elas virão sem você precisar chamá-las.

Por fim, quero que você, meu caro e estimado leitor, pense na sua sustentabilidade (nas três dimensões que vives) não como sendo menos ou mais importante que a ambiental, mas como sendo fundamental na concretização de suas pretensões.

Até a próxima.

Gonçalo Pontes Júnior
PALESTRANTE
www.gpontes.com

Comentários