Vejam nota do MPL

21 jun 2013

Veja abaixo nota do MPL sobre a direita está querendo instrumentalizar e dar direção das manifestações, além de patrocinar um clima de violência e depredação do patrimônio público e privado, não podemos permitir que isso aconteça.

Não vamos nos enganar o objetivo da direita raivosa é derrotar pela força bruta, já que não conseguem com a força das urnas um segmento que governa o Brasil com os olhos voltados para as pessoas de menor poder aquisitivo e que patrocinou nos últimos 10 anos a maior distribuição rendo no Brasil, claro que ainda falta muito para o nosso país atingir níveis de maior igualdade entre todos, vamos perseguir esse objetivo chamando todos para a luta, com firmeza, mais sem violência e depredações, que são atitudes de marginais.

Vamos lutar por uma Reforma política que garanta de forma efetiva uma maior participação popular nas decisões de governo, a institucionalidade como está não permite uma governança de boa qualidade dos serviços públicos e nós que pagamos os impostos não vemos um retorno satisfatório via políticas públicas que devem ser universal sem discriminação de nenhum segmento social.

No Brasil ainda não resolvemos questão elementares como transporte urbano de boa qualidade, a saúde pública não atende a demanda, vivemos numa tremenda falta segurança, inclusive evidenciada nas manifestações presentes e outros tantos serviços públicos que quando funcionam são de baixa qualidade.

Essa manifestação inconteste da juventude Brasileira nesse momento é o resultado de todas essas coisas somadas, no entanto, precisamos manter o movimento em seu curso, não permitindo instrumentalizações e exclusões de forças vivas e organizadas da sociedade, bem como, repudiando de forma veemente as atitudes violentas dos vândalos.

Lutar sempre é bom, saudável e areja o poder, mas precisamos saber lutar e defender nossas bandeira, se não fizermos de forma organizada, firme e sem vandalismo, o povo que não é bobo e não vai da onda da globo, também de afastará das manifestações, portanto, cabe a todos discernimento para entender e darmos consequência a esse movimento, levando-o a vitória, coragem para não deixar os vândalos tomar conta da luta e força para vencer essa direita que não tem projeto para o Brasil.

NOTA DO MPL

De Luiz Antonio Carvalho

O Movimento Passe Livre (MPL) foi às ruas contra o aumento da tarifa. A manifestação de hoje faz parte dessa luta: além da comemoração da vitória popular da revogação, reafirmamos que lutar não é crime e demonstramos apoio às mobilizações de outras cidades. Contudo, no ato de hoje presenciamos episódios isolados e lamentáveis de violência contra a participação de diversos grupos.

O MPL luta por um transporte verdadeiramente público, que sirva às necessidades da população e não ao lucro dos empresários. Assim, nos colocamos ao lado de todos que lutam por um mundo para os debaixo e não para o lucro dos poucos que estão em cima. Essa é uma defesa histórica das organizações de esquerda, e é dessa história que o MPL faz parte e é fruto.

O MPL é um movimento social apartidário, mas não antipartidário. Repudiamos os atos de violência direcionados a essas organizações durante a manifestação de hoje, da mesma maneira que repudiamos a violência policial. Desde os primeiros protestos, essas organizações tomaram parte na mobilização. Oportunismo é tentar excluí-las da luta que construímos juntos.

Toda força para quem luta por uma vida sem catracas.

MPL-SP,

Enviado por MARCELO SOUZA

Comentários