Vice-prefeito de Cajazeiras pede que questões contra a seca sejam prioridade

26 jul 2013

Em evento no Boqueirão, vice-prefeito de Cajazeiras pede que questões contra a seca sejam prioridade

Uma comitiva organizada pelo vice-prefeito de Cajazeiras, Júnior Araújo visitou nesta quinta-feira (25) o açude de Engenheiro Ávidos (Boqueirão) e contou com a presença de representantes da Aesa (Agência Executiva de Gestão as Águas do Estado da Paraíba), Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra a Seca), Câmara de Vereadores de Cajazeiras, além de membros da sociedade e outras empresas que foram verificar a real situação do manancial, em virtude da seca.

Segundo os técnicos, a possibilidade de racionamento do Boqueirão ainda é descartada, mas, é preciso economizar o líquido do manancial que abastece Cajazeiras e Sousa. Durante a visita, foi constatado também que não existe nenhuma fissura na parede do açude e que o motivo do acúmulo da água ser de apenas 80% é em virtude da vizinhança ribeirinha.

O presidente da Aesa, João Vicente Machado, disse que os órgãos vão precisar do apoio da imprensa e da população para atravessar essa fase. “Nós temos água suficiente, é só regrar o consumo”, disse.

De acordo com o Dr. Guimarães, representante do Dnocs, a ANA (Agência Nacional das Águas) já licitou o projeto de recuperação do açude de Boqueirão.

Ao final do evento, o vice-prefeito Júnior Araújo disse que é preciso se mobilizar para economizar a água do Boqueirão. Ele aproveitou a oportunidade para fazer algumas cobranças. “Queremos que a mesma prioridade que foi dada aos estádios de futebol para a Copa do Mundo, seja dada para a seca que vem devastando nosso sertão”, disse.

[portfolio_slideshow]

Comentários