Brasil poderá ter mais um santo nacional; esse é do Sertão do Nordeste

27 abr 2017

dom inocencio

Bispo que combateu a fome, a seca e o analfabetismo no sertão do Piauí pode virar novo santo brasileiro. O espanhol Dom Inocêncio López Santamaria passa pelo processo de beatificação para ser considerado um “bem-aventurado”. Essa é a segunda etapa para alguém possa ser canonizado e se tornar um santo da igreja católica. Para que seja reconhecido desta forma, uma comissão responsável em investigar a vida de Dom Inocêncio precisa comprovar um milagre feito pelo bispo.

Nessa etapa, a Comissão Histórica nomeada pela Diocese de São Raimundo Nonato, no Piauí, colhe depoimentos que mostrem a atuação considerada santa pelo bispo. Entre os relatos já recebidos, um chama atenção. Segundo a Ordem Mercedária no Brasil, um recém-nascido acordou depois de cinco dias em coma, em Teresina, também no Piauí. O caso aconteceu em outubro de 2016. A família do bebê havia pedido a ajuda ao Dom Inocêncio, para que um milagre pudesse salvar a vida da criança, que estava preste a ser declarado como morto.

Caso o fato seja considerado como um milagre, o Bispo, que teve o corpo exumado em fevereiro desde ano, será beatificado e seguirá para processo para ser canonizado. Para, por fim, ser considerado santo, é preciso que seja provado o acontecimento de um segundo milagre. Só assim, Dom Inocêncio poderá ser chamado com o 37º santo brasileiro e o primeiro do Piauí.

Inocêncio López Santamaria nasceu no dia 28 de dezembro de 1874, na aldeia de Sotovellanos, na província de Burgos, na região autônoma de Castelo-Leão.

Extra
Com Diário do Sertão

Comentários