Cartaxo já admite disputar governo do estado

10 maio 2017

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), admitiu disputar o governo do Estado em 2018. Nesta quarta-feira (10), após a entrega do Centro de Referência da Juventude em Mangabeira, o prefeito agradeceu a lembrança de seu nome por parte de pessoas de diversos segmentos e apontou: ‘o futuro a Deus pertence’.

Questionado se seu nome estava inserido na disputa de 2018, o prefeito não descartou a possibilidade de integrar uma chapa majoritária no próximo ano. Seu nome foi lembrado para a disputa pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM na segunda-feira (08). O prefeito destacou que tem apresentado um resultado importante para a cidade e que isso tem repercutido no interior e que esse modelo de compartilhamento de gestão vai ajudar a aprimorar os trabalhos.

“A fala de Cássio é importante, mas é necessário manter o equilíbrio e bom senso para na hora oportuna fazer uma leitura do cenário político e preparar uma chapa competitiva, reunir todo mundo que está coma gente desde a eleição de 2016 e preparar um projeto que nasça do povo e não de uma vontade particular”, disse destacando que essa é uma coisa que será construída a partir do ano que vem.

Cartaxo não descartou a candidatura afirmando que ‘o futuro a Deus pertence’ e que é preciso trabalhar, pois mesmo no momento difícil que a economia do país, o município vem apresentando resultados, lembrando que há 15 dias a prefeitura recebeu o prêmio de melhor capital do Nordeste para se viver. “É preciso ter maturidade e equilíbrio para manter todo mundo unido em torno desse projeto”, disse.

“Na vida e na política ninguém faz nada sozinho, tem que ter união, time, capacidade de liderança para fazer um time que possa trabalhar conjuntamente e apresentar melhores resultados”, disse o prefeito apontando que está preparando João Pessoa para o futuro e destacou a parceria com o Banco Internacional de Desenvolvimento (BID) que será assinado no início do próximo semestre, deixando um legado para João Pessoa pelos próximos 30 anos com planejamento e recursos de US$ 100 milhões.

paraiba.com.br

Comentários