Deputados abordam desenvolvimento em discursos na ALPB

27 mar 2013

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou mais uma sessão ordinária nesta quarta-feira (27), com diversos deputados ocupando a tribuna do plenário José Mariz para fazer pronunciamentos sobre ações para o desenvolvimento do Estado em diversas áreas.

A deputada Iraê Lucena (PMDB) destacou o programa “Casa da Mulher Brasileira”, lançado no inicio do mês pelo Governo Federal, para prestar auxílio às mulheres vítimas de violência. Segundo a parlamentar, o programa vai investir mais de R$ 260 milhões e os estados que saírem na frente, com a apresentação de projetos, serão contemplados. “A Casa de Epitácio Pessoa, através dos deputados, precisam fazer gestões junto aos governos Estadual e Federal para que a Paraíba seja atendida e receba recursos do programa, pois o nosso Estado é o quarto no Brasil em  números de crimes contra as mulheres”, destacou.

O deputado Gervásio Filho (PMDB) voltou a denunciar irregularidades nos serviços prestados pela Energisa aos consumidores, a exemplo da suposta instalação, por parte da própria companhia, de gatos (desvios de energia) em residências e empresas para depois os proprietários pagarem altas multas pelos pseudos desvios de energia. “O serviço de energia elétrica é uma concessão pública, por isso precisamos nos posicionar, se for caso até cassar esta concessão, para que a Energisa não continue a reinar com o desmando de irregularidade contra o consumidor paraibano”, sustentou.

O deputado Carlos Batinga (PSC), por sua vez, denunciou falta de um plano de contingência por parte do Governo do Estado para solucionar os problemas dos reservatórios de água que abastecem os municípios paraibanos. “Dos 121 reservatórios que temos na Paraíba, 38 estão em situação preocupante, ou seja, abaixo de 20% de sua capacidade; e 15 já estão secos. Mesmo assim o Estado não está preocupado com a gestão dos recursos hídricos, mis um ano de seca e nada sendo feito. Não tem sequer um plano de contingência para salvar os nossos mananciais”, disse.

Dia Mundial da Água

Já o deputado Francisco de Assis Quintans ocupou a tribuna para prestar contas das ações realizadas pela ALPB, na manhã da última sexta-feira (22), durante a sessão especial no auditório da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep) em Campina Grande para comemorar o Dia Mundial da Água e discutir sobre a possibilidade de colapso no abastecimento de água no Compartimento da Borborema.

Quintans lembrou que após a sessão foi formado um grupo de trabalho para cobrar soluções para o problema às autoridades competentes. O grupo é composto por 12 instituições: Fiep, Dnocs, Associação dos Irrigantes, Cagepa, Aesa, Universidades, Ministério Público, Representantes dos Municípios, das Câmaras de Vereadores, CDL e Associação Comercial. “Assim, a sociedade terá conhecimento que tem um grupo de técnicos apresentando soluções para o problema e buscando segurança hídrica para Campina e os municípios da região”, disse.

Jonas Leite Chaves

O ex-deputado e um dos fundadores do prédio sede da ALPB, Jonas Leite Chaves, visitou a Casa de Epitácio Pessoa, na manhã desta terça-feira (27). Ele deve lançar o livro Projetos Grandes Municípios – Regiões Metropolitanas no próximo mês de abril.

O ex-deputado, que é engenheiro, explicou que seu livro trata especificamente das regiões metropolitanas de João Pessoa e Campina Grande. Nas décadas de 1960 e 1970 Chaves foi deputado na Paraíba por quatro legislaturas, depois se mudou para o Paraná onde foi secretário de Estado.

Comentários