Dois anos sem Dona Cessa, a escritora poetisa

25 fev 2013

DOIS ANOS SEM DONA CESSA A ESCRITORA POETISA – O MEMORIAL DE DONA CESSA LACERDA!

POSTUMÁRIA: O MEMORIAL DE DONA CESSA LACERDA!

CLEMILDO BRUNET*

+25-02-2013 – na passagem dos dois anos de morte de D. Cessa reproduzimos em homenagem a sua memória na íntegra  a Coluna abaixo publicada em 03 de março de 2011.

RELEMBRANDO

07 dias são passados da fatídica notícia do falecimento de D. Cessa. Todos nós esperávamos o seu restabelecimento. A notícia de sua passagem para outra vida me deixou profundamente abalado, não tive as mínimas condições de escrever uma mensagem para ser lida por ocasião das exéquias, que foram feitas na manhã triste do sábado 26/02/2011 na Academia de Letras de Pombal.

É impossível negar que D. Cessa não carregasse em seu âmago o amor que ela tinha pelas artes. Artista plástica – onde demonstrou suas habilidades nesse trabalho tendo alguns de seus quadros sido levados a diversas exposições tanto aqui em Pombal como na capital do nosso Estado. Graduada em Letras pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Cajazeiras, onde fez pós graduação em Português, que lhe abriu as portas para um conhecimento mais profundo na profissão que abraçara.

36 longos anos se doara ao ensino com amor e muita dedicação, havendo concluído seu curso profissionalizante aos 19 anos de idade, com maestria de uma professora autêntica sabia lecionar muito bem as disciplinas, principalmente a de português. Sua fama corria por toda parte conquistando a simpatia de todos. Nunca se negou a quem quer que fosse lhe pedir algo na área cultural.
No ensejo de homenagear o Dia Internacional da Mulher 8 de março, esta coluna que tanto ela participou com seus escritos; literários, poéticos e artísticos, hoje faz as suas honras póstumas a grande mulher que recentemente tendo atravessado o vale da sombra da morte, foi para as alturas brilhar junto a outras estrelas da constelação do céu, bem distante daqui.

D. Cessa Eternas Saudades!

MARIA DO BOM SUCESSO DE LACERDA FERNANDES – D. CESSA. Quando em vida, nossa homenageada tinha seu destaque também entre as mulheres, as quais, segundo estudos e pesquisas, ascenderam em seu profissionalismo, quando se sabe que antes nesse campo as presenças delas era rara.

Concluíram nesses estudos e pesquisas que para alcançar a posição de executivas, elas não necessitavam de imitar os homens. Suas características femininas de mulher já as favoreciam. O homem é imediatista. Às vezes toma uma decisão e modifica depois. A mulher tem o cuidado de cercar-se de informação para estar mais segura e gosta de valorizar seu trabalho em equipe.

Quantas e quantas vezes D. Cessa em minhas visitas a sua casa, me deixava inteirado a respeito de seus projetos para cultura e comunicação de Pombal. O ano passado, mesmo sentindo-se debilitada pela a enfermidade que a cometera, manifestou o seu desejo em produzir um DVD – POEMA, MEU POMBAL! Tanto amor que ela tinha a esta terra.

Pois bem: Assistir de perto a sua luta por este objetivo. Seu esposo Bibia apreensivo, e não querendo contrariar sua vontade, foi em busca de amigos que pudessem oferecer algum suporte como ajuda para a execução do trabalho, que, diga-se de passagem, tratava-se de um contributo de Homenagear Pombal pelos 148 anos de Cidade.

Apesar das dificuldades, com muito esforço e denodo conseguiu ter o DVD pronto e com a colaboração da professora Diana Oliveira de Assis como mestra de cerimônia em solenidade singela. Foi exibido na Praça Mons. Valeriano no dia 21 de julho de 2010, às 20 horas. Infelizmente, muitos deixaram de comparecer, contou apenas com as presenças de alguns amigos mais próximos e familiares.

Noite memorável DVD Meu Pombal

Esse trabalho em Vídeo consta apresentação feita por este modesto radialista, a participação da Professora Marizeth cantando a música do poema acompanhada pelos músicos instrumentistas Zé Ary (Guitarra) e José Esegipio, Kinca (Teclado) e ainda do poeta Edmilson Evaristo com uma mensagem da Associação Poética Professor Newton Pordeus Seixas, cuja entidade foi fundada por D. Cessa.

D. Cessa se foi, mas, o cumprimento de sua missão neste mundo deixa como legado uma história bonita que enaltece e valoriza a cultura e a comunicação da terra de Maringá. Ficará registrado para sempre nos anais da nossa história os seus compêndios ESCADA DE SENTIMENTOS (1991), HOMENAGEM E RESGATE-PROSA E POESIA (2001) que servirão para estudos e pesquisas sobre a poesia, a cultura e a história dos radialistas de pombal que também foi registrada em outro livro:“POMBAL HISTÓRIA VIVA DA COMUNICAÇÃO(1999).

A notabilíssima D. Cessa Lacerda fazia jus aos títulos com que era destaque no meio social e cultural em que vivia: Ocupava a cadeira 19 do patrono Professor Newton Pordeus Seixas, ilustre imortal parnasiano com retrato na Galeria dos Maiores Paraibanos por sua contribuição na educação do Município de Pombal e do nosso Estado, destacável na Literatura Poética na Academia Paraibana de Poesia, enfoque na histórica cultura da terra do Senador Ruy Carneiro.
D. Cessa recebendo o Troféu Imprensa 2007

Educadora, escritora, poetisa, artista plástica, contista e Presidente da Academia de Letras de Pombal. Foi homenageada por duas vezes recebendo o Troféu Imprensa na versão 2001 do Programa Saudade Não Tem Idade, no Recreio Maçonico Vale das Acácias e o Troféu Imprensa 2007, na Associação Atlética Banco do Brasil AABB, ambos com o designativo: TROFÉU IMPRENSA-RADIALISTA CLEMILDO BRUNET.

D. Cessa contribuiu em muito com a radiofonia de nossa terra, haja vista que participou como apresentadora do Programa “Coração Apaixonado” ocasiões especiais de aniversários do programa na Rádio Bonsucesso e participou ao vivo de diversos programas de serestas na referida emissora. Sempre lembrava através das rádios de Pombal com seus escritos, as comemorações e datas festivas não só de nossa terra, mas também da Paraíba e do Brasil.

Em nosso blog seus textos tinham presenças marcantes, agora, só saudade! Saudade dos que ficam, guardando a eterna lembrança de sua passagem neste vale de lágrimas e de sofrimento; do seu esposo Francisco Fernandes da Silva (Bibia) dos filhos queridos: Francisco (Júnior), Francimar (Cimar), Antonio (Tim), Rômulo (Rominho) e Cândida (Candinha), das noras e netos.

Até breve D. Cessa descanse em Paz!

Pombal, março de 2011

*RADIALISTA.
Contato: brunetco@hotmail.com
Twitter: @clemildobrunet
Web. www.clemildo-brunet.blogspot.com

Comentários