No Perpetão, Treze vence o Atlético-PB em ‘amistoso de luxo’

25 fev 2013

Alvinegro de Campina Grande bateu o Trovão Azul por 2 a 1 jogando fora de casa. Resultado não altera em nada a posição dos dois na tabela

Em um jogo que não acrescentou nada em termos de classificação, já que ambos estavam classificados, o Treze venceu o Atlético por 2 a 1 nesta segunda-feira, no Estádio Perpetão, em Cajazeiras. Os gols só saíram no segundo tempo e foram marcados por Téssio e Tiago Chulapa para o Galo. Nilsinho descontou para o Trozão Azul.

O Alvinegro passou a somar 29 pontos, enquanto que o Atlético permaneceu com 17 pontos e vai encerrar a fase na quarta colocação. Na última rodada, o Treze enfrentará o CSP, segunda-feira. Já o Atlético enfrenta o Nacional, no Perpetão, no domingo.

Times não balançam as redes no primeiro tempo

Como era se esperar, Atlético e Treze fizeram um primeiro tempo sem muitas emoções. Os times iniciaram a partida, dando mostras de que já estavam focados no returno. A primeira investida foi do Trovão Azul. Fabinho recebeu falta perto da área alvinegra. Cleiton Cearense foi para cobrança e chutou sem perigo, aos sete minutos. O Galo tentou reagir, mas acabou perdendo o volante Roberto, um dos poucos titulares em campo.

Em uma subida de bola no meio campo, o jogador caiu de mal jeito e deixou o campo direito para um hospital com suspeita de luxação no ombro. Jhonatha entra na vaga dele. Um pouco melhor em campo, o Atlético chegou com perigo ao gol do Galo aos 15 minutos. Cleitinho recebeu bom passe na entrada da área, bateu com força e obrigou o goleiro Gilberto a fazer uma difícil defesa. A resposta alvinegra foi imediata. Daniel Costa bateu falta, a bola bateu na barreira e foi para escanteio. Téssio foi para cobrança, mas zaga alviceleste afastou.

Só que nos pés de Ênio, que ajeitou e mandou a bola para fora. Aos 28 minutos, Léo Breno tocou para Daniel Costa, que bateu forte, obrigando o goleiro Aloisio mandar para escanteio. Tomas fez a cobrança e a defesa atleticana salva mais uma vez. A partir dai, os times dão uma esfriada e o primeiro tempo termina sem gols.

Galo surpreende Trovão e marca com Téssio e Chulapa

O Atlético volta para o segundo tempo com Paloma em lugar de Fabiano. O Galo não mexe. Quando a bola voltou a voltar, o time sertanejo pressiona o adversário, pois em menos de cinco minutos, obriga o goleiro Gilberto a fazer duas grandes defesas. Passado o susto, o Galo respondeu com gol. Téssio avança, dribla três adversários e chutou sem chances de defesa para o goleiro Aloísio. Treze 1 a 0 Atlético. Aos sete minutos.

O Trovão Azul parece sentir o impacto, pois o volante Flavinho entra em lugar de Matheus. O Alvinegro mantém a postura ofensiva e tem duas chances de ampliar. Mas aos 21 minutos, o time do técnico Lorival Santos conseguiu marcar o segundo gol. Thiago Sousa invadiu a área e foi derrubado pela zaga do Atlético, sofrendo pênalti. Tiago Chulapa, artilheiro do time, bateu com categoria e fez Treze 2 a 0 Atlético. Foi seu nono gol no campeonato, se igualando a Warley, do Botafogo-PB.

Após sofrer o segundo gol, o Atlético fez a terceira alteração. O técnico Adelmo Soares trocou Cleiton Cearense pelo atacante Alex Caruaru. Mas o time não melhorou o seu futebol. No Galo, o meia Tomaz saiu para entrada de Alisson, mais um garoto da base. Depois disso, o Treze aproveitou para limpar os atletas que estavam “pendurados” com dois cartões amarelos, casos de Téssio, Tiago Chulapa e Jhonatha.

O Atlético ainda teve forças para descontar aos 42 minutos com Nilsinho. Com o gol, o time sertanejo ganhou ânimo e quase empata no finalzinho com Paloma. Mas o Alvinegro saiu de campo coma vitória por 2 a 1.

Do GLOBOESPORTE.COM
Cajazeiras, PB

Comentários