No Senado, Maranhão diz que o PMDB é o partido mais preparado para salvar o Brasil da crise

2 fev 2017

maranhao

“Nenhum partido é mais preparado para ajudar o Brasil a sair desta crise do que o PMDB”. Foi o que afirmou o senador José Maranhão (PMDB/PB) no início dos trabalhos legislativos no Senado, em Brasília, onde o PMDB surge com mais dois senadores: Zezé Perrella, de Minas Gerais, e Elmano Férrer, do Piauí, que assinaram as fichas de filiação partidária na terça-feira.

Ao dar as boas-vindas aos novos membros do PMDB, partido que José Maranhão preside na Paraíba, o senador ressaltou que a sociedade brasileira busca hoje uma redefinição, um novo rumo que possa fazer o Brasil superar as dificuldades políticas e econômicas do momento. “O PMDB reúne pessoas de diferentes ideologias, não é corporativo, mas multifacetado, é o maior partido do Brasil” destacou Maranhão, durante reunião da bancada, lembrando que o PMDB foi o partido que garantiu a redemocratização do País. “Garantimos a redemocratização porque sempre abrimos espaço para possíveis divergências, sem aceitar radicalismos”, afirmou.

Para José Maranhão, que ocupou a presidência da importante Comissão de Constituição e Justiça do Senado no biênio 2015/2016, o PMDB quer mostrar às pessoas que é possível viver com qualidade de vida, com felicidade, que é a natureza do povo brasileiro. “Somos um grupo munido do propósito de ajudar o Brasil a sair desta crise. Temos esse papel a exercer para o Brasil”, resumiu.

O PMDB tem a maior bancada parlamentar no Congresso, com 20 senadores e 64 deputados federais.

Fonte: Assessoria
Com Polêmica PB

Comentários