O HOMEM VITORIOSO

10 maio 2017

Escreveu: Francisco Alves Cardoso – 10/05/2017

Noventa e dois anos de vida, bons costumes e bons serviços prestados à comunidade que agradece todos os trabalhos desenvolvidos em favor de um povo, que aprendeu no dia a dia a admirar a sua capacidade de vida.

Nunca se cansou de fazer amizades. Todos os dias, todas as horas e minutos de sua existência na terra foram dedicados em prol de uma luta incansável para o engrandecimento do povo são-joanense.

O Caldeirão Político está falando do homem conhecido por Zé de Júlio, que nunca se cansou em andar ruas e bairros inteiros em São João do Rio do Peixe-PB, buscando o desenvolvimento integral desse município abençoado.

Faleceu no último dia 08/05 do corrente ano de 2017, partindo para a eternidade onde mora o Cristo Jesus, sem deixar inimigo nenhum.

Sem sombra de dúvidas seguiu a viagem final e São João aqui na Terra ficou escrevendo, cantando e dizendo que o nosso torrão deve muito a Zé de Júlio nos campos do trabalho, educação, fineza e bons costumes.

Deixou esposa e filhos educados na excelência das boas maneiras, pois assim foi a sua vivência entre nós, durante todos os momentos de vida terrena. Nunca deixou de fazer caridade ao povo são-joanense, pois era um estilo próprio vindo do berço natal. No campo da agricultura desfilou forte, caminhou com dignidade e respeitou todos os momentos vitoriosos ou de dificuldades, no bom inverno ou na terrível seca.

Zé de Júlio, em vida, deixou os brilhos do território como herança de bom administrador. Os laços de amizade com certeza da luta vitoriosa que emplacou com os seus conterrâneos e a seriedade de viver com amor e admiração por todos que frequentam as terras no Vale do Rio do Peixe.

O Parque Cultural O Rei do Baião apresenta votos de pesar a todos os familiares de Zé de Júlio, afirmando que os passos dele na antiga Antenor Navarro, foram e continuam sagrados para todos nós, ontem, hoje, amanhã e sempre. Também fica registrado os votos de tristeza de todos que fazem o programa Caldeirão Político.

Comentários