PRIMEIRA LOCOMOTIVA MOSSORÓ/SOUZA.

30 maio 2017

Oficialmente extinta a estrada de ferro de Mossoró foi inaugurada em 19/03/1915.Se operante fosse estaria portanto celebrando seu centenário em 2015, mas como infelizmente as ferrovias potiguares quase não exitem mais, a exceção é transporte ferroviário operado pela CBTU em Natal, o que resta da existência dessa que foi a caçula das ferrovias construídas no RN são algumas estações ferroviárias nas cidades por onde a linha passou e levou o progresso pelos trens que nela circulava.Eis a seguir um resgate histórico da estrada de Ferro de Mossoró.

A estrada de ferro de Mossoró tem sua história iniciada em 26/08/1875 quando concedida pela Lei nº 742, da Presidência da Província do Rio Grande do Norte, ao comerciante suíço Jonh Ulrich Graff, autorização para construir uma estrada de ferro ligando Mossoró a Petrolina, na Bahia, mas, por falta de recursos, o projeto não foi levado a diante.

O primeiro trecho contratado pelo Governo federal para a construção da Estrada de Ferro de Mossoró foi feito em 18/07/1910 (CORREIO PAULISTANO, 19/07/1910, p.3), no entanto, teve sua construção iniciada em 3/08/1912 quando a firma Sabóia & Cia., deu início aos trabalhos da Companhia Estrada de Ferro de Mossoró S/A tendo sido inaugurada em 19/03/1915 entre Porto Franco no atual município de Grossos-RN, e a cidade de Mossoró-RN daí partia para se alcançar a cidade de Alexandria-RN, na divisa do Rio Grande do Norte com a Paraíba onde alcançaria a cidade de Souza-PB.

Em 04/01/1916 Felipe Guerra enviou um telegrama ao jornal apelando a Tavares de Lyra para o patriotismo e humanidade para que se construísse a estrada de ferro de Mossoró para os sertões dando serviço proveitoso aos flagelados e solução definitiva à calamidade por qual passava a região e as futuras crises de transporte nessa região (A RUA, 04/01/1916, p. 4)

Em 1919 foram aprovados os estudos para a construção do trecho entre Mossoró e São Sebastião, com extensão de 39 km e orçamento de 2.751:154$789 (O imparcial, 109/10/1919, p. 5). Já em 1925 foi dado inicio a construção da segunda ponte de madeira que foi levada pela cheia.O trecho entre Mossoró e São Sebastião foi concluído em 05/10/1926 já a inauguração trecho e da estação deu-se em 01/11/1926.O fato foi consignado em dois telegramas enviados ao presidente da república.Um pelo governador do estado, José Augusto Varela e outro pelo prefeito de São Sebastião, Adolpho Fernandes, na qual ambos agradeciam pela inauguração do trecho entre Mossoró e São Sebastião. (O IMPARCIAL, 06/11/1926, p.3)

Foi aberto credito especial de 1.000:000$000 para atender as despesas com o prosseguimento da construção da estrada de ferro de Mossoró entre esta cidade e São Sebastião, bem como a conclusão dos estudos ate Caraúbas (CORREIO PAULISTA, 12/04/1923, p.1). Após muitos adiamentos, o prolongamento da linha foi saindo aos poucos chegando em 1926 a São Sebastião, atual Governador Dix Sept Rosado-RN. Em 1928 os serviços de prolongamento da Estrada de Ferro de Mossoró haviam sido suspensos devido a seca que ocorreu na região e que afetou na oferta de trabalho para a construção da ferrovia gerando assim graves prejuízo para economia local (DIÁRIO NACIONAL,SÃO PAULO, 18/10/1928, p.1).

Em 1929 foi inaugurada a estação de Caraúbas-RN.Em visita ao RN o presidente Getulio Vargas seguiu de trem de luxo em comitiva partindo da salina Jirema de propriedade do coronel Miguel Faustino para a cidade de Caraúbas então ponto final da estrada de ferro Mossoró “onde lá assistiu a uma interessante vaquejada” (CORREIO DE SÃO PAULO, 15/09/1933, p. 1).

Em 1936 o rendimento da estrada de ferro de Mossoró foi 720: 015$ 540. O mesmo jornal afirmava que a estrada de ferro de Mossoró teve um superávit financeiro no ano de 1936 de 287 contos de reis. (CORREIO DE SÃO PAULO 03/05/1938, p. 5) nesse mesmo ano de 1936 a ferrovia chegaria a Patu-RN.

O deputado Dioclécio Duarte defendeu e discurso no congresso nacional a encampação da Estrada de Ferro de Mossoró pelo governo federal (JORNAL DE NOTICIAS, 03/08/1946, p. 2) e somente em 1951 a ferrovia chegaria a Alexandria-RN ultima cidade atingida pela ferrovia no RN.

As primeiras locomotivas a vapor vieram por Navio tendo sido desembargadas em Porto Franco, para fazerem o transporte dos passageiros e das cargas, iniciando assim o melhoramento da região oeste do RN. Levaria mais 36 anos para chegar a Souza, na Paraíba, conforme o traçado inicial do projeto por volta de 1958, encontrando-se com a linha Recife-Fortaleza nessa cidade.

image (1) image

Trem inaugural da Estrada de Ferro de Mossoró

Fonte: http://blogdomendesemendes.blogspot.com.br/.
Acesso em 26 abr. 2015.

Comentários