Romário anuncia apoio a Pezão no Rio e diz que já gravou até programa de TV

13 out 2014

O senador eleito pelo Rio de Janeiro, Romário (PSB), declarou neste domingo (12) apoio ao governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) no segundo turno da disputa pelo governo do Estado. O ex-jogador foi eleito com 4,6 milhões de votos e é o primeiro apoio de peso divulgado pela campanha de Pezão.

Na cerimônia de anúncio, que aconteceu em um hotel na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, Romário afirmou que já gravou para o programa de TV do Pezão e que vai participar de caminhadas e carreatas ao lado do candidato. “A verdade é que Pezão faz o bem sem olhar a quem. Nós conversamos e ele se colocou à disposição de olhar mais diretamente para algumas áreas que, na minha opinião, ainda precisam de mais atenção. O cuidado com as pessoas deficientes ou com doenças raras”, disse o senador eleito.

O governador usou o bom humor e fez brincadeira sobre os times em que Romário jogou. “Romário é um amigo antigo. Só me deu tristeza porque nunca jogou no Botafogo, meu time. Agora me dá essa alegria de me dar apoio no segundo turno”, afirmou.

Ao longo da última semana, o peemedebista obteve também o apoio de nove dos dez prefeitos do PT no Estado e de cinco dos seis deputados eleitos pela sigla. No entanto, seu rival, Marcelo Crivella (PRB), foi quem se aliou ao candidato petista derrotado no primeiro turno, Lindberg Farias, e ao presidente do PT-RJ e prefeito de Maricá, Washington Quaquá.

Candidato ao governo fluminense, o senador Marcelo Crivella (PRB) fez campanha de rua na feira de Campo Grande neste domingo (12), no Rio de Janeiro Fabio Seixo/Agência O Globo

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff, que no primeiro turno no Rio optou por ter quatro palanques e apareceu na campanha ao lado de Garotinho, Pezão, Lindberg e Crivella, ainda não se pronunciou sobre quem apoiará no segundo turno. A divisão do PT no Estado, no entanto, foi estimulada pela Direção Nacional do partido, para evitar problemas no palanque da presidente.

Crivella também anunciou, logo no início da semana, o apoio de Anthony Garotinho (PR), candidato que ficou em terceiro lugar na disputa do primeiro turno. Garotinho aparecia como favorito nas pesquisas de intenção de voto para concorrer ao segundo turno com o peemedebista.

Com 100% das urnas apuradas, Pezão obteve 40,57% dos votos válidos, Crivella, 20,26% e Garotinho, 19,73%. A diferença entre Crivella e Garotinho foi de menos de 50 mil votos.

UOL

Comentários