Sonharemos com a volta da Asa Branca

8 abr 2013

SONHAREMOS COM A VOLTA DA ASA BRANCA

DEIXEI-ME VAGAR E VIAJEI EM SUBLIMES PENSAMENTOS,
COMO SE TIVESSE PRESTES A FAZER, ASSIM “UMA TRISTE PARTIDA”,
MEU CORAÇÃO PULSAVA DEPRESSA A “DEZESSETE E SETECENTOS”,
LEMBREI DO “MEU PÉ DE SERRA” E DA MINHA TERRA QUERIDA.

NA MINHA CABEÇA TOCAVA UM BELO E DOCE “BAIÃO”,
E FOI BATENDO UM APERTO, COMO QUANDO SE ESTÁ SÓ,
LEMBRANDO DO GRANDE REI, NA MÚSICA E NO CORAÇÃO,
E A DOR DA SAUDADE É RUIM E “AMARGA QUE NEM JILÓ”

LUIZ, TU SERÁS SEMPRE LEMBRADO POR TODO ESTE SERTÃO,
QUIÇÁ ATÉ LA NA RUSSIA JÁ CANTARAM O TEU BAIÃO,
POIS TU ÉS GRANDE SEU LULA, E SAUDADE SEMPRE ARRANCA.

E UM REI NUNCA PERDERÁ SUA ETERNA MAJESTADE,
POR ISSO SERÁS INTEIRO, E NUNCA SERÁS A METADE,
E NÓS MORTAIS SONHAREMOS COM A VOLTA DA ASA BRANCA.

Comentários