Zé Aldemir fala da história política regional

23 nov 2013

O deputado José Aldemir (PEN), disse ontem a noite, 22, durante o programa “Caldeirão Político”, na Rádio Oeste da Paraíba, que não há nenhuma hipótese dele subir no palanque do governador Ricardo Coutinho, nas eleições do próximo ano.

A respeito da candidatura de Cássio Cunha Lima para governador do estado, o deputado afirmou que acredita que o senador irá disputar o governo, pois já disse várias vezes que não pretende decepcionar os seus amigos.

Falou da obra administrativa do prefeito Airton Pires, de São João do Rio do Peixe, afirmando que ele já construiu muito pela cidade e zona rural, apesar das fortes perseguições que sofre por parte do atual governo paraibano.

Disse também que ainda não tem candidato para presidente da República, pois o seu partido, o PEN, ainda não definiu a quem apoiar para presidente nas eleições de 2014.

A respeito da prefeita Aurileide Egídio, do Poço de José de Moura, ele afirmou que ela é uma guerreira, uma líder inconteste e uma batalhadora de todos os dias e todas as horas em favor do desenvolvimento do sua terra.

Destacou também o trabalho simples, criativo e forte que a prefeita Denise realiza em Cajazeiras. Adiantou que Denise é a pessoa certa para governar o município, por isso tem tanto apoio popular nesse primeiro ano de governo.

Elogiou a administração do prefeito Emmanuel Messias, de Santa Helena (PB), tratando-o como guerreiro em favor de sua terra.

Destacou ainda a luta do ex-prefeito Elair Diniz Brasileiro, durante seis mandatos em Santa Helena, afirmando que Emmanuel Messias conjuntamente com Elair, são os mais fortes líderes políticos daquele município.

Disse também durante a entrevista que a prefeita Lucrécia Adriana de Joca Claudino (PB), construiu uma cidade de grandes projeções para o futuro, por isso é considerada a maior líder política daquele município.

Falando sobre Bom Jesus, José Aldemir disse que o prefeito Roberto Baima mudou completamente a história daquele município, pois com seu espírito empreendedor e criativo durante esse primeiro ano de governo, Bom Jesus já tem uma nova fisionomia desenvolvimentista.

Comentários